Quem Somos

Somos uma agencia funerária que prima pelo escrúpulo ético e pelo atendimento personalizado.

Diferenciamo-nos pela capacidade de lidar positivamente com uma situação de grande impacto emocional,null watch como o falecimento de um ente querido.

Conscientes da delicadeza inerente ao serviço que prestamos, procuramos sempre reconfortar os nossos clientes através de um atendimento efectuado com grande sensibilidade e profissionalismo.

Os nossos técnicos são seleccionados tendo em conta a sua capacidade de entender e apoiar emocionalmente os nossos clientes e os seus familiares.

Sem descurar o rigor técnico,  acreditamos que a nossa maior competência assenta no humanismo e amizade sempre presentes no modo como recebemos e servimos quem nos procura.
 
www.fakeswiss.com
Sabemos confortar.

Tag Heuer Grand Carrera Replica

São Pancrácio
08-10-2015

Pancrácio de Roma (Em latim, Pancratius; em italiano: San Pancrazio) nasceu por volta do ano 289-290, em Roma, numa nobre família frígia e morreu em 12 de maio de 304, com cerca de 14 anos de idade. Convertido ao cristianismo, tornou-se um mártir ao ser decapitado na via Aurélia por conta de sua fé, durante a perseguição de Diocleciano. Pancrácio era filho de pais cristãos, nobres, ricos e amigos do imperador Diocleciano. Órfão ainda muito novo, foi morar com um tio chamado Dionísio. Com o seu apoio conseguiu estudar em Roma, indo morar na mesma casa onde fazia retiro o Papa Marcelino. Nos primeiros anos da perseguição, Pancrácio, então com 14 anos de idade, e seu tio Dionísio foram denunciados e levados a júri. O tio foi imediatamente morto mas Pancrácio ainda mereceu uma certa consideração do imperador, pois era jovem e filho de alguém que havia sido seu amigo. Diocleciano tentou envolver Pancrácio com promessas, astúcias e, finalmente, ameaças. Nada deu resultado. Como o adolescente respondia a tudo afirmando que não temia a morte, pois isso o conduziria a Deus, o imperador perdeu a paciência e mandou logo decapitá-lo no dia 12 de maio de 304.[2] No local do seu túmulo, no cemitério de Ottavilla, o Papa Símaco mandou erguer no século VI uma igreja em sua homenagem, ainda existente. Há numerosas igrejas em louvor a São Pancrácio em Itália, França, Inglaterra e Espanha, onde o seu culto mais se difundiu. A ele foram ainda dedicados um mosteiro em Roma, fundado por São Gregório Magno e um em Londres fundado por Santo Agostinho de Cantuária.[2] É o padroeiro dos enfermos, na Itália; padroeiro dos trabalhadores, na Espanha e padroeiro da Juventude da Ação Católica, na América Latina. [2]

São Pancrácio
08-10-2015

Padroeiro dos trabalhadores e dos negócios
Ler artigo completo

Excursão ao Santuário de Fátima
29-09-2015

Uma iniciativa da ETERNA TRINDADE

Ler artigo completo

Santo Expedito
18-09-2015

História e Culto
Ler artigo completo

Santa Luzia
04-09-2015

Protectora dos olhos

Ler artigo completo
  1 / 9 >